Quando acordei, 19

180229_273111042795820_60071364_n(09-02-2013) Foi meio engraçado até. Em pleno sábado de carnaval, estava na avenida na madrugada anterior e nem havia lembrado. Estava meio zonza por causa da bebida e já era quase meio dia. A primeira coisa que fiz foi me olhar no espelho achando que já tinha me tornado “mulher”, e se minha aparência havia mudado. Tudo estava da mesma maneira quando cheguei e daí me perguntei: “Poxa, quando vou deixar de ter essa carinha de menina?”

Cheguei na varanda e olhei para aquele céu azul, sentei na mesa, tomei uma xícara de café e comecei a lembrar de todas as coisas que me aconteceram durante meus dezoito anos. A conclusão que cheguei foi que pouca coisa mudou. Depois de fazer algumas tarefas diárias eu me toquei, sim, eu mudei sim, eu amadureci, eu conheci pessoas que me fizeram mudar, eu tive um amor que me trouxe a bela sensação amar, minha vida me obrigou a amadurecer. Passei por lugares onde nunca passei, descobri sentimentos que nem sequer saberia que existiam dentro de mim e perdi o medo de olhar para lugares que, antes, não nem tinha a ousadia de olhar.

Percebi meus passos mais firmes e vi que minhas caminhadas todas tinha direção. Percebi que se eu parar de falar “e se… ” e ir tentar é bem menos duvidoso e trás melhores resultados. Há um ano atrás eu não me encontrava com essa determinação e agora eu sei, tudo que eu desejo, todos os meus sonhos e minhas vontades, só depende um uma pessoa: eu. Desenterrei os meus desejos mais profundos porque agora eu descobri que eu posso alcançar todos eles, e vou fazer de tudo pra realizá-los. Minha fé pulsa no meu coração e eu não vou desistir.

Vou sentir falta de muitas coisas, vou lamentar a ida de muitas pessoas, vou sofrer pela perda de um primeiro amor (sofro todos os dias), mas é assim que a vida é. Depois desses 19 anos, só agora eu tenho convicção de que minha vida ainda está começando, que eu posso ultrapassar quaisquer de sejam os limites, posso superar quaisquer  barreiras. A minha essência continua firme em meu coração, e minha alma continua intacta. E é essa a lição que eu aprendi, a cada ano que passa, eu vou crescer e evoluir, todos seremos assim, ser humilde e aprender a perdoar é minha base para quase todas as coisas e minhas lembranças não me deixarão esquecer quem e o que me fizeram tornar assim, um jeito meio Fernanda de ser.

Anúncios

4 comentários sobre “Quando acordei, 19

  1. PARABÉNSSSSSS FERNANDA rs, adorei o texto, a mesma aconteceu comigo quando eu acordei 18. foi engraçado pensei que ia mudar algo, mas continuo a mesma. idade 18 cara de 15 corpinho de 13 u.u e isso é verdade hahahaha. Bjocas e felicidades viu 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s