Looks de Meia Estação

images

O verão é uma delícia e o inverno é todo chiquetoso, mas vamos combinar que o outono é a época perfeita para usar aqueles looks nem tão decotados e nem tão fechadões, concorda? As produções de meia estação são perfeitas para brincar com as peças, abusar das sobreposições e usar sapatos de todos os tipos.

Os cliques de street style de Paris e Milão mostram looks superestilosos e ideais para enfrentar os dias de temperaturas agradáveis. Reparou que as pernas de fora não são só no verão? Para não passar frio, coloque sempre um casaquinho por cima ou aposte nos tops de manga longa. Meias, botinhas e ankle boots são muito bem-vindas nestes dias também, viu?

Casaco de couro

Os itens de cobertura são superimportantes.  O casaco de couro é peça-chave para a meia estação porque você pode usar de diversas maneiras. Hoje em dia, ele é mais fino e não serve só para os dias de muuuito frio. É ultracuringa e pode ser usado até amarrado na cintura. Dá um ar estiloso, de sofisticação e muito relax também.

Meia calça

É uma excelente opção, mas é um item mais difícil de usar. A meia-calça pode garantir um up no look, como pode acabar com ele por completo. Tem que saber escolher o fio, a cor e tomar cuidado. O ideal é ter noção de proporção e conhecer bem o próprio corpo para não errar na produção. Mas e com short e peças curtinhas? É mais difícil de dar certo porque pode parecer muito adolescente e nem sempre as mulheres querem isso. A melhor opção é usar com uma ideia feminina, sofisticada e intelectual. Funciona muito mais.

Colete

Hoje em dia é possível encontrar uma gama interessante de coletes. Há os mais longos que, dependendo da mulher, pode se transformar em um vestido fresquinho, e ao mesmo tempo é uma peça de cobertura muito boa para ser usada com calça skinny e t-shirt. É um look urbano e contemporâneo. Não é pesado e funciona superbem.”

Tricô

O tricô está na mesma linha do couro. Os dois evoluíram muito. Há peças elaboradíssimas, confortáveis e deliciosas de usar. Se quiser um visual chique, use com uma saia rodada ou uma calça flare. O short também é uma ótima opção porque fica um look despojado e completamente de meia estação. Aposte no off white, preto, marrom e laranja. É uma peça que permite infinitas combinações.

Jeans

O look jeans é sempre uma boa pedida e não tem muita regra. Camisa jeans + calça jeans resulta em uma produção impecável. Está mais calor durante o dia? Amarre a camisa na cintura. Outra opção é usá-la com um nó na frente. O jeans, em todas as suas variações, é meia estação e deixa todo mundo bem vestido. O importante é procurar o shape perfeito. Muitas vezes, você compra pelo encantamento da textura e de algum detalhes, mas a peça precisa cair bem e ficar incrível.

Bota

As ankle boots já existem há alguns anos, mas vieram para ficar mesmo, principalmente a open boot [que deixa a ponta dos dedos de fora]. Usar com short, por exemplo, é muito melhor do que uma sandália. Pode ficar incrível também com um vestido mais longo e uma meia-calça. É um item atemporal, diferente das botas cuissard e das de cano alto.

moda-outono-inverno-cores-estampas[5]images (4)

Você Linda no Carnaval!

tumblr_le9o8n1h1s1qbs9kvo1_500_large
Como todas sabem, o carnaval está chegando! E pra quem ama passar essa data (eu nasci no carnaval! :D) aqui vai um especial de looks e makes que vão deixar você super inspirada na hora de escolher o que vestir.

Um penteado ótimo para curtir o carnaval é aquele que fica mais preso não atrapalha e não deixa o pescoço suado, então nada melhor do que as tranças! Valem de todos os tipos, soltinha, despojada, embutida, é só soltar a imaginação e escolher qual tipo irá ficar melhor com seu look e sua make. E para aquelas que gostam de ousar, abuse dos acessórios como presilhas,  faixas e lenços. Agora se quiser um penteado mais estiloso e chique, prefira o rabo de cavalo e coques. Se quiser deixar esses tipos de penteados mais despojados faça um topete ou invista em tiaras que vão dar um ar descontraído e complementa o look. Faça uso de pomadas e gel para deixar o cabelo bem fixo e pra não ficar se preocupando se está ficando desarrumado ou não.

Para as unhas, escolha esmaltes coloridos ou com bastante brilho. As nail arts também são uma ótima escolha pra quem não abre mão de ter as unhas feitinhas durante o período de festa.

Já na maquiagem pode fazer alguma coisa mais ousada. Fazer um mix de sombras, criando aquele efeito “asa de borboleta” e usar um batom colorido como rosa ou alaranjado deixa o look bem discontraido! Usar um primer antes de começar a maquiar ou finalizar com um spray fixador vai te deixar despreocupada pois a maquiagem não vai borrar tanto.

Top-Cropped2 Untitled-3-copy looks-carnaval-2 carnaval4makescarnaval

Pecados de Verão – Parte III

tumblr_ldxuyxrbX81qf6py6o1_500_large

13- Lavar o rosto a toda hora
-É percado porque: sua pele pode ficar ainda mais oleosa! É o chamado efeito rebote. De tanto usar sabonete o rosto fica ressecado. Ai, as glândulas sebáceas passam a produzir ainda mais oleosidade para compensar.
– A dica é: usar apenas água para ficar livre do suor. e a regra de lavar o rosto no máximo três vezes por dia continua valendo no verão. nas lavagens com sabonete, prefira as versões liquidas, que são mais suaves

14- Ignorar o protetor em dias nublados
– É pecado porque: os dias de sol encoberto são a prova do quanto a radiação solar é invisível e perigosa. Você nem sente e, ao final do dia, sua pele está toda vermelha – o primeiro sinal de uma queimadura.
– A dica é: passar e reaplicar o filtro solar todo dia, no corpo e no rosto, mesmo que nesse dia “sem sol” você nem tire a regata. Foi pega desprevenida? Aposte na loção pós-sol, que alivia o ardor e o ressecamento. (Mas não reverte o dano causado nas células e na superfície da pele.

15- Usar branquinho nas unhas
– É pecado porque: o sódio da água do mar, o cloro da piscina e o protetor solar acabam com o brilho e depois de alguns dias, alteram a cor do seu esmalte.
– A dica é: substituir o branquinho básico por vermelho, rosa, laranja, azul… cores vivas não desbotam com tanta facilidade e são a cara do verão.

16- Fazer limpeza de pele no meio das férias
– É pecado porque: antes da exposição ao sol, a extração de cravinhos e espinhas pode deixar a pele ainda mais sensível e sujeita a queimaduras. Ai pode dar adeus àquele bronze desejado.
– A dica é: marcar limpeza com dermatologista ou esteticista uma semana antes da praia. Outra dica é deixar a limpeza depois da temporada de sol – mas espere pelo menos 15 dias. Agora se aquela espinha aparecer para estragar seu endless summer não vá surtar: lave as mãos e esprema com cuidado, até tirar o pus (e não até sangrar!). Depois, cubra com gel secativo e protetor solar oil-free. Pode passar o secativo até três vezes ao dia.

17- Dispensar o protetor labial
– É pecado porque: não é legal ficar com os lábios ressecados e cheios de rachaduras
– A dica é: abusar do hidratante labial e do batom – tudo com FPS. Top truque: passe o protetor solar por baixo e use um lápis labial colorido (tipo pink ou laranja) por cima. Tire o excesso dando batidinhas com o dedo. Fica com efeito natural

18- Sair da manicure e ir direto para o sol
– É pecado porque: as temperaturas mais elevadas podem deixar o esmalte cheio de bolinhas na superfície
– A dica é: agendar a manicure com pelo menos um dia antes de encarar o sol. Um produto quase mágico é o top coat que evita e disfarça as bolinhas – passe uma camada em cima do esmalte quando sentir necessidade.

Pecados de Verão – Parte II

verao-1

7- Usar perfume da balada na praia
– É pecado porque: durante o dia na areia da praia (ou na beira da piscina) aquele seu perfume sexy e docinho não combina. Depois, a fórmula de algumas fragrâncias contém ingredientes que podem provocar reações alérgicas e até manchar a pele.
– A dica é: ficar com perfumes em versões de verão que, geralmente, não tem álcool – e tem fragrâncias mais suaves e frescas.

8- Esquecer de passar protetor no buço
– É pecado porque: a chance de terminar o verão com um bigodinho escuro é enorme
– A dica é: não se esquecer da área sobre o lábio superior na hora de espalhar o protetor e não pular a reaplicação – como sua muito no “bigodinho”, o filtro acaba durando menos. Ah, e se você depilou a região com cera, alguns dias antes, evite ficar ao sol (mesmo com filtro!) por pelo menos 24 horas.

9- Usar autobronzeador sob o sol
– É pecado porque: Autobronzeador não tem fator de proteção solar, além do mais ele sai com o suor e com o mergulho. E se você não aplicar uniformemente o resultado é uma pele toda manchada e pode deixar seu biquíni novo manchado também.
– A dica é: começar a passá-lo 5 dias antes da praia. Só assim você consegue vestir o biquíni já com uma corzinha do verão. antes da aplicação, exfolie a pele – ela tem de estar limpa e seca para receber o produto. E, de preferencia, use luvas de látex para não manchar as mãos. Mas se você quiser intensificar o bronzeado, pode apostar nos hidratantes com autobronzeador para usar a noite, depois do banho.

10- Descuidar dos pés
– É pecado porque: sandália de borracha, areia quente ou o mármore da beira da piscina deixa a sola dos pés mais áspera. E o calor estimula o crescimento das cutículas e das unhas.
– A dica é: tirar um dia pra fazer pedicure vapt-vupt: corte e lixe as unhas – quadradinhas pra não encravar. Molhe os pés 9 se puder, deixe-os submersos em água morna por uns dez minutos) e exfolie com cuidado massageando em movimentos circulares (evite lixa, ok?). Hidrate com um produto a base de ureia ou lanolina. Empurre as cutículas com uma espatula.

11- Passar o dia todo na praia ou clube com o biquíni molhado
– É pecado porque: você pode acabar levando pra casa uma infecção ou um corrimento vaginal. O calor e a umidade são o ambiente ideal para a proliferação de bactérias – e, acredite, a água do mar pode oferecer mais risco do que a da piscina.
– A dica é: você se prevenir. É só levar um biquíni seco para trocar quando decidir que não vai mais entrar na água.

12- Aplicar o mesmo protetor do corpo no rosto
– É pecado porque: a pele do rosto é mais sensível que a do corpo e, por isso, o FPS minimo tem que ser 30. Sem falar que na adolescência, a tendencia à oleosidade pede filtros oil-free. E se a oleosidade e a acne se estenderem para as costas ou o colo, vale usar esse mesmo tipo de protetor ali.
– A dica é: aplicar e reaplicar o filtro a cada duas horas é mais importante que ter os dois produtos. O problema rola a longo prazo: quanto menor o FPS maior a chance de, ao fim do verão, descascar e ganhar manchas na pele. Quanto mais oleoso o produto, mais chances de acabar as férias com poros entupidos, cravinhos e espinhas.

Pecados de Verão – Parte I

tumblr_le7z48hh3w1qdia28o1_500_largeComo todas sabem essa é a hora de curtir as férias, a praia, o clube e o calor, mas sem descuidar de saúde do corpo e do cabelo iluminado, bronze calibrado e da pele lisinha e sem manchas. Esse é um artigo de uma edição antiga da Revista Capricho com algumas adaptações.

1- Caprichar no make sob o sol
– É pecado porque: derrete. E faz você parecer artificial. Especialmente se você considerar ir à praia com o make similar ao da balada: base, pó, corretivo, lápis, blush, batom…
– A dica é: apostar em itens que realçam a sua beleza natural. Gloss (pode até ter um pouco de cor) rímel incolor e a prova d’água e um leve blush bronzant (sobre as bochechas, o dorso do nariz e o colo) são suficientes.

2- Levar aguá oxigenada na praia
– É pecado porque: além de despigmentar os pelos, a água oxigenada, aliada ao efeito do sol, clareia a pele também e pode deixá-la bem manchada
– A dica é: clarear os pelos dois dias antes de ir à praia, em casa. Proteja a pele com óleo de amêndoas ou de semente de uva, que hidrata e previne a coceira. Misture pó descolorante e água oxigenada (de 20 volumes) e aplique por cerca de 15 minutos.

3- Passar protetor só ao pisar na areia ou na beira da piscina
-É pecado porque: para fazer efeito, o filtro solar deve ser bem absorvido pela pele. e isso leva pelo menos 30 minutos. Se você chegou à praia ou clube suando, passou protetor e foi logo dar um mergulho, pode dividir o falto de proteção por mil.
– A dica é: lembrar de aplicar o protetor solar antes mesmo de vestir o biquíni – assim você não deixa nenhum pedacinho da pele sem aplicar e peça para alguém te ajudar com ombros e costas.

4- Se esforçar muito para conseguir o dourado perfeito logo no primeiro dia
– É pecado porque: o tempo que você leva para ficar com marquinha de biquíni é proporcional ao risco de você descascar e ficar com manchas no corpo e no rosto. Se ignorar o protetor solar, vai acabar queimando a pele.
– A dica é: não abrir mão do filtro! Mesmo com ele, dá para tirar o branco-fantasma logo na estreia ao sol. E vale apostar nos alimentos rico em betacaroteno (como cenoura, tomate e mamão) como aliados. Eles aumentam a resistência da pele ao sol, diminuem o risco de queimaduras e, com isso, o bronze dura mais.

5- Clarear demais o cabelo
– É pecado porque: ao aplicar clareadores sob o sol aquele efeito diva loura do surfe que você busca pode ser substituído por um cabelo com manchas por todo lado ou um tom amarelo superficial. Sem falar que a reação química provocada pelo clareador + radiação UV vai deixar os fios mais ressecados.
– A dica é: fazer o clareamento com método: sobre o cabelo limpo e úmido, aplique a loção clareadora (ou chá de camomila) das pontas em direção à raiz (mas sem chegar até lá), distribuindo o produto pelos fios até ficar homogêneo. Não fique no sol por mais de uma hora. Em casa, enxague com água e aplique eu creme.

6- Fazer depilação na véspera:
– É pecado porque: a cera ou a lâmina deixam a pele desprotegida porque retiram a barreira mais superficial, o que aumenta o risco de infecções e alergias. Principalmente quando você vai encher o corpo de protetor, sentar na areia, dar uns mergulhos…
– A dica é: fazer a depilação pelo menos dois dias antes de sair para a viagem ou de aproveitar o clube. Mas se você receber o convite de ultima hora vale lançar mão do creme depilatório para ficar com a pele lisinha. Se não ficar vermelho, você pode esperar até 24 horas e está liberada.

Halloween!

Halloween (ou Dia das Bruxas). É um evento muito tradicional nos países de língua inglesa, mas tem ganho um certo espaço aqui no Brasil.

Acredita-se que na passagem dessa noite as almas saem de seus túmulos e partem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto. Pelo fato do 1° de novembro estar cercado de um valor sagrado e extremamente positivo, os celtas, antigo povo que habitava as Ilhas Britânicas, acreditavam que o mundo seria ameaçado na véspera do evento pela ação de terríveis demônios e fantasmas. Dessa forma, o halloween nasce como uma preocupação simbólica onde a festa cercada por figuras estranhas e bizarras teria o objetivo de afastar a influência dos maus espíritos que ameaçariam suas colheitas.

Como na tradição utiliza-se fantasias, selecionei algumas inspirações que têm haver com essa data:

 

 

 

Moda: Transparência

Usar transparência nunca foi tão comum como nos dias de hoje. Porém, em outrora, tecidos finos, que deixavam transparecer a pele da mulher, eram usados somente em roupas para ocasiões noturnas e especiais. Sendo símbolo da sensualidade e fetiche, a transparência era tida como elemento fundamental do guarda-roupa das mulheres mais ousadas. Muitas vezes eram recobertas com pedrarias que acrescentavam o luxo no visual, que normalmente era composto por vestidos longos, em que a mesma aparecia no colo ou nas costas.

Com o evoluir da moda e da decadência de alguns paradigmas, os tecidos transparentes adquiriram outras conotações como a de leveza, elegância e feminilidade. Foram impressos em suas tramas diversas estampas que agregaram cor e humor em peças de tendência. Sejam lisas, florais, de poá, animal print ou até mesmo com estampas abstratas, as peças com total transparência, ou aquelas com detalhes apenas, invadiram de vez o mundo da moda.

Dicas  –  Nas camisas: a ideia é usar uma peça da mesma cor que a peça transparente embaixo, pois assim o look fica mais harmônico e clássico, sem chamar muita atenção. Este tipo de peça cai muito bem com shorts, calças, jeans, saias, entre outras.

– Nas saias e vestidos: também devem ganhar espaço nesta estação, e sempre na mesma medida, mostrando um pouquinho de pele em alguns locais e escondendo em outros, de modo que a peça não se torne vulgar. Os forros dos vestidos ainda podem variar de tamanho, sendo tanto compridos como curtos, dependendo muito da ocasião e horário em que a peça será usada.